segunda-feira, 25 de abril de 2011

A VERDADEIRA HISTÓRIA DO DESCOBRIMENTO DO BRASIL

Em 1499, Cabral foi nomeado capitão-mor da armada que se dirigiria a índia, após o retorno de VASCO DA GAMA, cuja missão era estabelecer relações diplomáticas e comerciais com SAMORIN, reerguendo a imagem de Portugal e instalando um entreposto comercial, onde deveria retornar ao seu país com o máximo de mercadorias
Partindo de Lisboa em 9 de março de 1500, Cabral partiu com 10 NAUS e 3 CARAVELAS, com uma população aproximada de 1200 a 1500 homens, entre funcionários, soldados e religiosos. E, em 22 de abril, após 43 dias de viagem, Cabral avistou o MONTE PASCOAL, no litoral sul da Bahia, onde tomou posse em nome da coroa Portuguesa da NOVA TERRA, dando lhe o nome de “ILHA DE VERA CRUZ”. Estava então descoberto o Brasil. No entanto, se discute se houve ou não intencionalidade da chegada de Cabral ao território brasileiro. Certo é, no entanto, que por está data já se tinha, na Europa o conhecimento da existência de terras a leste da linha do tratado de Tordesilhas.
Pesquisadores, Espanhoes, Franceses e Portugueses revelam uma nova e verdadeira história sobre a chegada dos colonizadores portugueses ao “ novo mundo “.
O primeiro português a confirmar a existência de novas terras pra lá do oceano atlântico foi DUARTE PACHECO PEREIRA, e não Pedro Álvares Cabral, como se ensina nas escolas. Também o Brasil não foi descoberto em 22 de abril de 1500 e sim, entre novembro e dezembro de 1498 e que, segundo pesquisas reveladoras dizem que Portugal enviou uma missão secreta ao Brasil, um ano e meio antes da chegada de Cabral. Duarte, um exímio navegador português a pedido do então Rei de Portugal d. Manoel I, desembarcou próximo a fronteira do Maranhão com o Pará onde, iniciou uma viagem pela Costa Norte, indo à ilha de Marajó e à foz do Rio Amazonas. De volta a Portugal d. Manuel ordenou-lhe que tal expedição deveria ser mantida em segredo de Estado, sigilo total, pois, as terras descobertas  encontravam-se em área Espanhola de acordo com a divisão estabelecida  pelo tratado de TORDESILHAS, assinado em 1494.
Um manuscrito produzido por DUARTE PACHECO entre 1505 e 1508 e que, ficou desaparecido por quase quatro séculos cujo nome “ ESMERALDO DE SITU ORBIS.”Duarte relata sua viagem não só do Brasil como à Costa da áfrica. O rei de Portugal, d .Manoel I  considerou de muita valia tais informações que jamais permitiu que se chegasse a público, onde provas sobre o descobrimento do Brasil aparecem no segundo capítulo da primeira parte, como diz o trecho: “COMO NO  TERCEIRO ANO DE VOSSO REINADO EM 1498, ONDE VOSSA ALTEZA MANDOU DESCOBRIR A PARTE OCIDENTAL, PASSANDO ALÉM DA GRANDEZA DO MAR OCEANO, É NAVEGADA UMA TAO GRANDE TERRA FIRME, COM MUITAS E GRANDES ILHAS ADJACENTES A ELA E É GRANDEMENTE POVOADA. TANTO SE DILATA SUA GRANDEZA E CORRE COM MUITA LONGURA, QUE DE UMA P ARTE NEM DA OUTRA NÃO FOI VISTO NEM SABIDO O FIM E CABO DELA. E ACHA NELA MUITO E FINO BRASIL COM OUTRAS MUITAS COISAS DE QUE OS NÁVIOS NESTE REINOS VEM GRANDEMENTE POVOADOS”. Enfim, as novas pesquisas sobre a verdadeira história do descobrimento, enterram a versão ensinada nas escolas de que PEDRO ÁLVARES CABRAL, chegou ao Brasil por acaso. O trabalho dos antropólogos, historiadores e cartógrafos faz com que vejamos o “OUTRO LADO DA HISTÓRIA”. Portugueses e Espanhoes, se envolveram num jogo de traição, espionagem, chantagens e blefes.
 Um valioso trabalho e o mais recente creio eu, a sustentar que DUARTE PACHECO  foi o verdadeiro descobridor do Brasil, encontramos no livro “ A CONSTRUÇÃO DO BRASIL “  de autoria do historiador português, JORGE COUTO, professor da universidade de Lisboa, considerado um dos maiores especialistas em História do Brasil.
FONTE: revista ISTO É, matéria intitulada  “ o verdadeiro Cabral “ de 19 de novembro de 1997, assinada por Guilherme Evelin -jornalista.
O verdadeiro nome de Pedro Álvares Cabral
Filho de Fernão Cabral, governador da Beira e Alcaide-mor de Belmonte, e de Isabel de Gouveia Queirós, Pedro Álvares Cabral, cujo nome original seria Pedro Álvares Gouveia, pois apenas o primogênito herdava o sobrenome paterno. Cabral passou a usar esse nome devido a morte do seu irmão mais velho.

8 comentários:

  1. caraca.... eu acreditava em papai noel, coelho que bota ovo, saci pereré... mais mesmo assim desconfiava dessa historia de carochinha

    ResponderExcluir
  2. Ainda fica a pergunta no ar:
    e os habitantes que já estavam nessas terras, os índios?
    Eles sim foram os verdadeiros descobridores!

    ResponderExcluir
  3. eu to ferrada,tenho que fazer um trabalho sobre isso!! Morri!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Meu Deus, vivemos uma farça sem tamanho. Que vergonha!

    ResponderExcluir
  5. Numa determinada época de minha vida, após ter feito muitas viagens externas, quis descobrir porque o povo brasileiro é do jeito que é.
    Comecei a ler historia e..... surgiu uma palavra mágica: peabiru.
    Porquê? quando era pequeno perguntei ao meu professor de história porque é que os portugueses vieram para São Vicente. A resposta foi a
    mesma até hoje aplicada. Só que a palavra peabiru viria abrir novo horizonte, pois um dos acessos a esse caminho era São Vicente,passando pelo planalto que depois viria a ser a Capital de São Paulo!!!!
    Daí prá frente, fui parar lá nos idos de 1200, na formação do reinado portucalense. passei por todas as navegações e fui até a proclamação da república, quando fechei o livro e exclamei: chega de sacanagem.
    Em outras palavras, a historia e os seus integrantes não são como são mostrados.
    exemplo 1:josé de anchieta. ao publico é dito que foi um evangelizador, um homem de bem.um dia, conversei com um historiador que me disse que ele na realidade foi um assassino e despota, pois foi responsável pela morte de mais de 60.000 indios quando de sua traição aos indios para que os portugueses conquistassem a baia da guanabara!!

    exemplo 2:Tiradentes. um pobre coitado, sem eira nem beira que foi durante um ano, "doutrinado" por um padre(pago pelos verdadeiros culpados) para que morresse como cristo! Na realidade, só faltou a coroa de espinhos.......

    Deisy e Milly. Como a ignorancia faz o homem feliz, voces a partir de agora deixarão de ser felizes, pois, como diz o emérito Eduardo Bueno, o povo que não conhece a sua história, repete-a. portanto, temos hoje, na sociedade brasileira, uma ética questionável que, com tristeza digo: eu não aceito-a, apesar de ser obrigado a conviver dentro dela.....

    ResponderExcluir
  6. Nossa!Hoje aprendi sobre isso na escola!E a professora falou para nós pesquisarem no google e essa história é super diferente do que a professora ensinou!

    ResponderExcluir
  7. Quem descobriu o brasil nao foi Pelé?

    ResponderExcluir